in

Tipos de Molhos Para Pizzas

Vamos começar pela “controvérsia”… numa pizza tradicional com molho de tomate ou molho marinara, devemos ou não cozinhar o molho antes de pôr na pizza?

A resposta é bastante simples, SIM! heheheh podes fazer de ambas as formas, o que eu posso dizer por experiência é que se não cozinhares o molho este ao fazer a pizza não vai estar completamente cozinhado com a pizza, o que dá um sabor mais fresco e mais de… tomate cru, o que não é necessariamente uma coisa má, mas nota que muitas “receitas” na internet que dizem para nunca cozinhar o molho de pizza depois adicionam coisas como açúcar ou vinagre balsâmico ao tomate… :/ Tomate já tem demasiado açúcar dai que molho de tomate cozinhado é doce, nunca é preciso adicionar açúcar a tomate, aliás adicionar açúcar é quase sempre desnecessário a não ser que estejas a criar um molho agridoce ou barbeque e mesmo ai muitas vezes podes trocar açúcar por mel ou outro adoçante que açúcar.

Eu pessoalmente tendo a ir pelo meio e cozinho só um pouco o molho antes de adicionar na pizza, isso intensifica o sabor do molho e dá-me tempo para temperar corretamente, apenas em vez de cozinhar os 10/12 minutos que o tomate precisa para ficar cozinhado, eu apenas cozinho uns 5 minutos, esta forma também dá mais liberdade se quiseres fazer um molho mais intenso com vinagre balsâmico, molho de soja, alho picado, porque todos esses ingredientes vão ter mais tempo para cozinhar e suavizar dentro do molho antes de ir para a pizza e logo o resultado final é muito mais constante e mais delicioso, também ficarem chateados por cozinhar “2” vezes o molho de tomate, eu lembro que muitas, mas mesmo muitas receitas com molho de tomate, o tomate é cozinhado literalmente horas, por exemplo com carnes por isso cozinhar um pouco mais molho de tomate este pode perder um pouco algumas das suas qualidades nutritivas mas vai ter um sabor mais intenso e delicioso.

Por fim outro ponto importante num molho de tomate numa pizza é usarem sempre tomates de lata pelados, uma parte porque muitas vezes são mais frescos que um tomate crú (um tomate demora pouco tempo do campo para a lata e demora muito mais tempo do campo até a mesa, logo perde muito menos qualidades nutricionais dentro da lata), mas acima de tudo porque tomate de lata é mais seco, podes espremer a água deste e logo crias um molho menos molhado e mais intenso, tomate crú podes usar numa pizza, cortando fatias finas por exemplo, mas se puseres bastante ele tem demasiada água e vai molhar a pizza.

Agora que outros tipos de molhos é que podemos usar para uma Pizza?
Sem Molho – Alguns tipos de foccacia usam massa de pizza e apenas não levam molho ou queijo.
Molho de Tomate – Sem contar com o molho clássico, podes por exemplo apimentar o molho (mesmo que para uma pizza mais apimentada é muito melhor usar peperoni picante ou outro ingrediente picante que o molho, o contraste é melhor), ou adicionar natas ao molho para fazer uma versão mais doce.
Molho Pesto – Sozinho ou combinado com o molho de tomate, o molho pesto tem montes de umami e logo eleva qualquer pizza, tem só cuidado para não pores demasiado ou espalhar bem, grandes pedaços de pesto são difíceis de comer.
Molho Alfredo – Este é um molho de pasta feito com manteiga, natas, queijos e pimenta, tal como o molho de pesto muitas vezes é utilizado em combinação ou posto por cima em vez de queijo ralado.
Molho Branco / Bechamel – Sim este é normalmente o molho para uma pizza com molho branco, algumas vezes simples outras vezes temperado com queijo parmesão ou bastante alho.

Claro que existem outros molhos, como BBQ, agridoce ou até usar Hummus, mas esses são menos comuns e talvez não muito saborosos e claro podes sempre inventar o teu molho para pizza hehehe, até a próxima!

FOnte; https://www.iguaria.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Couscous ao Estilo Marroquino

Pescada à Espanhola